Briga entre alunos termina com jovens e policial militar feridos


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/11/2013 às 15:33
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: TV Jornal Foto: TV Jornal

Uma discussão envolvendo dois alunos da unidade Centro da Juventude de Santo Amaro, na área central do Recife, gerou agressão, revolta e depredação nesta quinta feira (28).

Marcas de sangue e quebra-quebra foram o resultado da confusão. A coordenadora da casa juventude de Santo Amaro, Ana Glória Melcope explicou que a briga começou quando uma garota fez uma brincadeira com um garoto, que não gostou e revidou agredindo a menina. Os outros jovens da unidade não gostaram da atitude do rapaz e tentaram defender a moça.

O agressor Rafael Josué Da Silva de 23 foi levado para a delegacia de Santo Amaro e a polícia fez disparos de armas e usou spray de pimenta para conter os alunos. Irritados com a ação, os jovens atiraram pedras na polícia e um PM foi levado para o Hospital da Restauração com fratura no rosto.

O Tenente Coronel da Policia Militar Jailton Pereira explicou que os jovens não gostaram da intervenção policial, já que queriam fazer justiça com as próprias mãos e os policiais impediram a agressão contra Rafael Josué.

Familiares e alunos condenaram a atitude dos policiais. Simone Maria da Silva, esposa de um aluno, reclamou do procedimento dos militares. Ela afirmou que eles detiveram confusão nenhuma, agrediram os alunos e até professor.

Ana Regina da Silva de 23 anos teve que ser encaminhada para uma unidade de pronto atendimento, UPA.

O Centro da Juventude é ligado a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e oferece cursos profissionalizantes. No espaço são atendidos 500 jovens entre 16 e 29 anos em situação de vulnerabilidade social.

O repórter Rafael Carneiro, da Rádio Jornal, traz os detalhes na reportagem:

Confira algumas informações na matéria da TV Jornal:


Mais Lidas