Marido de produtora Japonesa atropelada em Olinda diz que não pretende entrar na justiça


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/11/2013 às 19:20
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: Reprodução Foto: Reprodução O corpo da produtora japonesa Sanae Shibata, de 31 anos, atropelada na última quarta-feira (27) em Olinda, está no Instituto de Medicina Legal (IML), o sogro e o marido da vítima aguardam os outros familiares para realizar o sepultamento, que pode ser na tarde da segunda-feira (02). Ela foi atropelada na Avenida Presidente Kennedy por um motociclista e faleceu na noite dessa sexta-feira (29), após passar dois dias em coma no Real Hospital Português. Carlos Simões, especial para a Rádio Jornal, conversou com o marido dela neste sábado (30) e ele afirmou que não pretende entrar na justiça contra o motociclista e que acredita que ele não teve culpa, ouça na reportagem a seguir: Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura de Olinda, o acidente não foi registrado pela Companhia de Trânsito de Olinda, porque quando os técnicos da Companhia chegaram à Presidente Kennedy na última quarta, os envolvidos no acidente não estavam mais no local. A japonesa Sanae Shibata já havia sido levada para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, e o motociclista responsável pelo atropelamento havia fugido.

Mais Lidas