Binário tenta organizar o trânsito de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/12/2013 às 14:58
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizado em 02/12 às 14h56 prazeres Foto: Marcelo Ferreira / Prefeitura de Jaboatão

Os motoristas que trafegam pelo bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, vão ter que se adaptar com as mudanças nas principais vias da localidade, causadas pela implantação do sistema binário que entrou em vigor neste domingo (1º). Com o binário, a Prefeitura pretende dar mais mobilidade à região que tem o maior centro comercial do município.

Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal

O repórter Rafael Carneiro acompanhou o primeiro dia útil da mudança, na manhã desta segunda-feira (02), e entrevistou o secretário de infraestrutura e mobilidade de Jaboatão, Evandro Avelar. Ouça na reportagem:

Com a implantação do binário, quem estiver na Estrada da Batalha e quiser acessar as avenidas Ayrton Senna seguindo para Barra de Jangada, ou as avenidas Bernardo Vieira de Melo e Beira Mar, no sentido Boa Viagem, vai continuar usando a avenida Barreto de Menezes e logo depois seguir pela Arão Lins de Andrade. A Barreto de Menezes é mão única da Estrada da Batalha até a entrada de Cajueiro Seco. Já para quem vier de Piedade e quiser ir para a Estrada da Batalha ou BR-101 deve seguir pela nova via, a Coronel Francisco Galvão.

O repórter Jucelino Silva conversou com o secretário-executivo de Mobilidade de Jaboatão dos Guararapes e com taxistas:

Com a mudança, 20 linhas municipais e 12 intermunicipais vão ter alterações nas paradas de ônibus.

As alterações implantadas no trânsito ainda confundem motoristas e a população. No primeiro dia útil sobraram reclamações. Sair de Piedade e acessar Cajueiro Seco e a Estrada da Batalha foi um teste de paciência.

Como medidas para melhorar os transtornos, a prefeitura está com 100 pessoas entre agentes a arte educadores nas ruas e trabalha na sincronização de semáforos.

Quem traz essas informações é o repórter Rafael Carneiro, da Rádio Jornal:


Mais Lidas