Pacientes reclamam das más condições de atendimento no Hospital Geral de Areias

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/12/2013 às 9:00
Leitura:
Da Redação hosp_areias_karol_fernandes Fotos: Karoline Fernandes/ Rádio JC News Moradores das comunidades do Caçote, Vila Tamandaré, Vila Cardeal e outras, localizadas em torno do Hospital Geral de Areias, na Zona Oeste do Recife, fizeram um protesto que durou cerca de duas horas, no início da manhã desta terça-feira (03). Eles fecharam os dois sentidos da Avenida Recife, colocando fogo em entulhos. hosp_areias_karol_fernandes_02 Os pacientes reclamam que não há estrutura adequada para o atendimento no hospital. Segundo as denúncias, não há médicos especialistas, aparelhos como o medidor de pressão estão quebrados e já chegou a faltar até anestesia. O corpo de bombeiros precisou comparecer ao local e o trânsito foi liberado por volta das 8h. A repórter Karoline Fernandes traz as informações sobre o caso, na reportagem a seguir: Uma das principais queixas contra o hospital é a falta de profissionais na emergência. A nossa reportagem conversou também com Rubilar Correia, que integra o conselho gestor do hospital e representa algumas comunidades, e ele explicou que o protesto foi feito depois de várias cobranças da população pela reposição dos profissionais que estão se afastando do hospital e ainda não foram substituídos.

Mais Lidas