Maternidade do Cisam - fechada após inauguração - deve voltar a atender no próximo dia 13

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/12/2013 às 11:30
Leitura:
Da Redação Atualizada às 14h52 cisan01 Unidade foi inaugurada na segunda-feira (2) Foto: Aluisio Moreira/ SEI A maternidade do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), no bairro da Encruzilhada, na Zona Norte do Recife, deve voltar a funcionar até dia 13 de dezembro. Esta é a nova previsão depois que a unidade, reinaugurada na última segunda-feira (5), apresentou problemas no sistema de oxigenação em vários setores. Referência em atendimento de gravidez de alto risco e outros serviços voltados para a mulher, o Cisam passou mais de um ano fechado para uma reforma que custou cerca de R$ 15 milhões. Algumas mulheres que não estavam sabendo da interdição da maternidade tiveram a desagradável surpresa de encontrar as portas fechadas da unidade nesta quinta-feira (5), como aconteceu com a garçonete Patrícia Araújo. A dona de casa Edilza da Silva, gestante de 7 meses, também passou pelo transtorno de encontrar a maternidade de portas fechadas. A repórter Karoline Fernandes conversou com a diretora Fárima Maia, que justificou a interdição: Além do Cisam, os hospitais públicos referência em atendimento para gestantes de médio e alto risco são: Imip, Hospital Agamenon Magalhães e Barão de Lucena.

Mais Lidas