Sites comparadores de preços consideraram que ofertas da black friday não era tão oferta assim

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/12/2013 às 8:30
Leitura:
Da Redação computador_espanto_precos_uol Foto: Reprodução da Internet/ Portal Uol Sites comparadores de preços consideraram que a maioria das ofertas da black friday 2013 não era tão oferta assim como os consumidores poderiam imaginar. Segundo três das principais empresas de comparação de preço consultadas pelo IG, a quantidade de bons descontos variou entre 10% e 35% do total de anúncios disponibilizados pelos varejistas durante as 24 horas do evento, ocorrido na última sexta-feira (29). Na edição de 2012, as ofertas maquiadas dar um desconto depois de subir o preço foram o principal motivo de queixas dos consumidores ao site Reclame Aqui. Atentos a isso, diversos comparadores de preços lançaram ou turbinaram filtros contra descontos falsos ou considerados pouco expressivos para um dia de oportunidades imperdíveis. No KuantoKusta, apenas 10% das 3 mil ofertas enviadas pelos varejistas acabaram publicadas, segundo o presidente-executivo do site, Flávio Soraggi Pagotto. Algumas lojas tiveram nenhum produto validado", afirma. Confira entrevista com professor especialista em tecnologia da informação e audiovisual, Jefferson Cruz.

Mais Lidas