Dez vereadores presos em Caruaru iriam embolsar cerca de R$ 2 milhões em esquema de propina

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/12/2013 às 10:00
Leitura:
Da Redação Delegacia-de-Caruaru_Blog Merece Destaque Delegacia de Caruaru Foto: Reprodução/ Blog Merece Destaque A "Operação Ponto Final", deflagrada na quarta-feira (18), pegou de surpresa os moradores da cidade de Caruaru, do Agreste pernambucano. Foram presos dez vereadores acusados de envolvimento com esquema de corrupção. Os detidos foram: Sivaldo Oliveira (PP), Cecílio Pedro (PTB), Pastor Jadiel e Val das Rendeiras (Pros), todos da base governista, mais seis da oposição: Val (Dem), Louro do Juá (SDD), Jajá (PPS), Eduardo Cantarelli (SDD), Neto (PMN) e Evandro Silva (PMDB). Os vereadores faziam parte de um esquema de cobrança de propina para aprovar projetos de lei na Câmara de Vereadores de Caruaru. Entre os projetos, o de implantação do sistema BRT na cidade. Eles pretendiam embolsar cerca de R$ 2 milhões, que seriam divididos entre os acusados. A investigação durou seis meses inclusive com horas de escutas telefônicas autorizadas pela justiça. A polícia apresentou os detalhes da Operação Ponto final, na manhã desta quinta-feira (19). Os acusados devem responder pelos crimes de corrupção passiva, concussão e organização criminosa. Alguns vereadores solicitaram delação premiada e estão colaborando nas investigações. A repórter Karoline Fernandes acompanhou a coletiva da polícia e traz os detalhes na reportagem a seguir: O secretário de defesa social de Pernambuco, Wilson Damázio, explica que eles pediam vantagens para aprovar projetos na câmara. Saiba mais sobre o caso na reportagem de Michelle Veloso, da Rádio Jornal Caruaru: Foram apreendidas, na quarta-feira (18), três armas, munições, R$ 50 mil reais em espécie e R$ 150 mil em cheques. O vereador Jajá, Jailton Soares de Oliveira, já foi preso em outra oportunidade, desta vez ele diz que é vítima de armação: vereador_preso_Wagner Gil_Cortesia no JC Online Vereador Sivaldo Oliveira (PP) é levado por agentes da Polícia Civil para ser ouvido Foto: Wagner Gil/Cortesia no JC Online Os dez vereadores de Caruaru passaram a noite nas celas dos detentos concessionados da penitenciária Juiz Plácido de Souza. O juiz da quarta vara do município, Francisco Júnior, determinou também a suspensão dos mandatos. Os suplentes tomam posse nesta quinta-feira (19), às 10h, na Câmara de Vereadores a sessão continua agendada para as 20h. Os futuros representantes do povo no legislativo são: Rodrigues da Ceaca, Alecrim, Jaécio Tenório, Pastor Carlos, Joel da Gráfica, Duda do Vassoural, Rosemary da Apodec, Nino do Rap, Carlinhos da Ceaca e Tenente Tibúrcio. O advogado de três parlamentares Saulo Amazonas disse na quarta-feira que vai solicitar o habeas corpus: Cento e vinte homens participaram da operação Ponto Final no cumprimento das prisões, buscas e apreensões. Três vereadores e o secretário executivo de relações institucionais Davi Cardoso foram levados para prestar depoimento. O presidente da câmara de vereadores de Caruaru Leonardo Chaves promete se pronunciar sobre o assunto nesta quinta-feira (19). Morador da cidade, Manoel Antônio da Silva diz que os representantes do povo mancharam o nome do lugar: Em entrevista ao programa Super Manhã desta quinta-feira (19) o ex-prefeito de Caruaru, deputado Tony Gel, conversou com o comunicador Geraldo Freire sobre a operação. Ele diz que o que sabe do caso é apenas através da imprensa, e que ele apenas lamenta e espera que haja justiça. Ouça a entrevista:

Mais Lidas