Velório do músico Reginaldo Rossi é aberto ao público na Assembleia Legislativa


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/12/2013 às 20:50
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizada às 21h32 Foto: Reprodução Foto: Reprodução Na manhã desta sexta-feira (20), por volta das 10h, faleceu o cantor Reginaldo Rossi. Ele estava internado desde o dia 27 de novembro, no Hospital Memorial São José, no Recife, e foi diagnosticado com câncer de pulmão, divulgado no dia 11 de dezembro, depois de uma biópsia realizada em um gânglio retirado da axila direita do artista. Reginaldo Rossi iria completar 70 anos no dia 14 fevereiro e deixa esposa e um filho. O velório foi marcado para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O Governo do Estado decretou três dias de luto oficial pela morte do músico. No final da tarde, por volta das 18h15, o corpo do cantor chegou à Alepe, onde teve início o a cerimônia para amigos, familiares e autoridades. A repórter Simone Santos acompanhou a movimentação. la foto 1 Foto: Simone Santos / Rádio Jornal Às 19h45, os portões da Assembleia Legislativa foram abertos para que o público pudesse ter acesso e acompanhar o velório. O repórter Handerley Souza está no velório do Rei do Brega. Silvério Pessoa foi se despedir de Reginaldo Rossi e destacou a importância da obra do cantor, que levou a cultura de Pernambuco mundo afora. O cover do Rei, Luís Carlos Rossi, também foi prestar homenagem ao ídolo: O músico Alcimar Monteiro exaltou o legado de Reginaldo Rossi. Ele comparou o Rei à Nelson Rodrigues, dizendo que Rossi "falava a língua do povo". À tarde, no mercado da Madalena, fãs de Reginaldo Rossi se reuniram para prestar as últimas homenagens ao cantor, na Confraria do Corno. A Rádio Jornal e a JC News prestaram homenagem ao músico: Leia mais: >>Adeus ao Rei: Morre no Recife o cantor Reginaldo Rossi, na manhã desta sexta-feira (20)

Mais Lidas