Para Cristovam Buarque, se Brasil tratasse futebol como educação, tentaríamos ser o 15º na Copa do Mundo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/01/2014 às 15:55
Leitura:
c buarque Para senador, falta vontade política e pressão da sociedade para melhorar educação Foto: Agência Brasil O Plano Nacional de Educação (PNE) está há quatro anos tramitando no Congresso Nacional. O documento foi enviado ao Congresso em 2010. Em entrevista à JC News com Aldo Vilela, o senador Cristovam Buarque (PDT) disse que as decisões ligadas a educação são tomadas de maneira demorada e tímida no País. "Se o Brasil tratasse o futebol como trata a educação, nós estaríamos lutando para chegar em 15º lugar na Copa do Mundo, mas estamos tentando chegar em primeiro. Em educação, não há essa preocupação do país entre os primeiros do mundo", disse o político.

Mais Lidas