Quadrilha que desviou mais de R$ 2,5 milhões do INSS é desarticulada em Pernambuco

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/01/2014 às 16:50
Leitura:
Doze, das 20 pessoas suspeitas de envolvimento em uma fraude que desviava dinheiro do Instituto Nacional do  Seguro Social (INSS) foram ouvidas nesta terça-feira (21). Dois dos envolvidos eram servidores da agência do INSS de Bairro Novo, em Olinda. O esquema gerou um prejuízo de R$ 2,5 milhões aos cofres públicos. As investigações mostram que a quadrilha atuava na obtenção de carteiras de identidade e CPFs falsos, que eram utilizados na Previdência Social para obter benefícios, como o de Amparo Social ao Idoso e o de Amparo Social à Pessoa Portadora de Deficiência. Os criminosos também faziam uso de atestados médicos falsos para consumação das fraudes. Desde 2007, foram  rastreados 135 benefícios falsificados. O repórter Carlos Simões conversou com o superintendente do INSS, Márcio  Dubá, que detalha a ação da quadrilha. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela Polícia Federal.

Mais Lidas