Universidades lançam formação em gênero e governo cria comitê de apoio à formação da mulher

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/01/2014 às 15:20
Leitura:
marcha das vadias Marcha das Vadias é manifestação feminista que acontece em diversos países Foto: Rodrigo Lôbo / JC Imagem Quem deseja se aprofundar mais em assuntos ligados a mulher e estudos de gênero agora tem a oportunidade de fazer cursos de especialização em nível superior nas universidades de Pernambuco (UPE) e Federal de Pernambuco (UFPE). As aulas fazem parte do Programa de Formação em Gênero, lançado nesta terça-feira (22), na sede provisória do governo estadual, no Centro de Convenções, em Olinda. Na solenidade o governador Eduardo Campos também assinou o decreto para a instituição do Comitê Permanente de Apoio à Formação da Mulher, como traz a repórter Clarissa Siqueira: Vão ser oferecidos o curso de especialização de Gestão Integral da Saúde da Mulher e o primeiro curso de especialização em Gênero, Desenvolvimento e Políticas Públicas, com aula inaugural marcada para o dia oito de fevereiro. No total, são 200 vagas disponíveis nos dois cursos, um na UPE e outro na UFPE. O processo seletivo da Universidade Federal já foi concluído, mas o edital para a instituição estadual deve ser lançado em fevereiro.

Mais Lidas