Família faz campanha para ajudar pernambucana presa nos EUA acusada de sequestrar filha


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/01/2014 às 9:11
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: site sobre o caso Foto: site sobre o caso A pernambucana Karla Janine Albuquerque, de 43 anos, foi detida na cidade de Brownsville no Texas, na semana passada, e a filha dela, uma menina de seis anos, está sob a guarda do Departament of Children and Families (DCF), órgão que corresponde ao Conselho Tutelar. Há dois anos, as duas fugiram da Flórida, nos Estados Unidos, onde moravam com o pai da criança, Patrick Galvin, para construir uma nova vida no estado do Texas. Karla precisou fugir levando a filha de casa depois de sofrer agressão física do ex-marido, constatar que sua filha tinha sido violentada sexualmente pelo próprio pai, procurar a Justiça norte-americana e ter o processo arquivado A foto de Patrick está disponível em um site da polícia do estado americano da Flórida Foto: reprodução Florida Department of Law Enforcement A foto de Patrick, ex-marido de Karla, está disponível em um site da polícia do estado americano da Flórida
Foto: reprodução Florida Department of Law Enforcement Para ajudar Karla, a família da pernambucana montou uma campanha na internet para arrecadar recursos para bancar a defesa nos Estados Unidos. Para a audiência desta quinta-feira (23) serão necessários U$ 3.500 equivalente a cerca de R$ 8,5 mil. Karla Janine Albuquerque conheceu Patrick Joseph Galvin em 2005, quatro anos depois de chegar a América do Norte. O relacionamento acabou quando ela descobriu que o pai abusou sexualmente da filha fato comprovado por exames. Mesmo com o caso arquivado, Patrick Galvin é classificado pela polícia dos Estados Unidos como sex offender um termo adotado a criminosos. Por conta das leis locais, Karla Janine Albuquerque teme que a guarda da filha acabe sendo concedida ao pai. A família da pernambucana entrou em contato com o consulado brasileiro em Houston, no Texas, e solicitou ajuda. Katia Sarmento, mãe da brasileira afirma que o momento é de apreensão e de medo quanto ao futuro: Para tentar ajudar Karla, a família da pernambucana solicitou uma reunião com o secretário de Articulação Internacional de Pernambuco, Rodolfo Ramires, nesta terça-feira (21). A mãe da Pernambucana falou que recebeu uma ligação e falou sobre o caso. Todos os detalhes da história do caso dessa pernambucana podem ser acessados no hot site criado para contar o caso Amy and her Mommy.

Mais Lidas