Galo da Madrugada rende homenagens a Ariano Suassuna no desfile este ano


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/01/2014 às 20:18
Leitura:
Do JC Online As principais obras do escritor Ariano Suassuna serão retratadas nos carros alegóricos e fantasias do desfile do Galo da Madrugada, que homenageia o dramaturgo neste ano. Este será o 37º desfile da agremiação, que carrega o título do maior bloco de Carnaval do mundo. O escritor ainda não confirmou participação no desfile, pois aguarda orientações médicas. O carro abre-alas terá como tema o circo, assunto sempre presente nos livros de Ariano. Em seguida, virão os carros Pedra do Reino, Cavalgada e Auto da Compadecida. Em comum, cenários do sertão, do homem sertanejo, a literatura de cordel e as figuras misteriosas, outra constante nas histórias. Todos os carros são assinados pelo cenógrafo Ary Nóbrega. As fantasias também farão alusão às obras de Ariano. Na tarde desta quinta (23), o escritor recebeu a imprensa em sua casa, um sobrado no bairro do Poço da Panela, na Zona Norte do Recife, para falar da homenagem. O Galo passa a ser uma das homenagens mais importantes que já recebi, estou muito feliz e satisfeito. O Galo se impôs como uma espécie de matriz do Carnaval de Pernambuco, disse o escritor. Ariano já foi homenageado por duas escolas de samba: Império Serrano, do Rio, em 2000, e Mancha Verde, de São Paulo, em 2008. Sua presença no desfile ainda não está confirmada. Entre agosto e setembro do ano passado, Ariano sofreu um infarto e um acidente vascular cerebral e passou 12 dias internado. A presença no Galo depende da orientação médica, mas o próprio Ariano deu a entender que, aos 86 anos de idade, brincar o Carnaval é uma tarefa difícil. É um negócio pesado. No desfile do Rio, eu quase me acabo, brincou. A minha disposição é de ir. Já fui ao Rio e São Paulo, não posso deixar de ir a uma homenagem no Recife. Tenho vontade, mas não sei se tenho condições. Tenho que falar com três médicos para saber se posso. No caso de eu ir, facilite a saída, disse Ariano, dirigindo-se ao presidente do Galo, Rômulo Meneses. A gente para o desfile para o senhor passar, replicou o carnavalesco. É melhor parar o Galo que o meu coração, respondeu Ariano.

Mais Lidas