A boneca Calunga é devolvida depois de trinta anos desaparecida


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/01/2014 às 15:39
Leitura:
A boneca Calunga Dona Júlia, que estava perdida, foi entregue neste fim de semana aos seus seguidores. A boneca passou por um ritual de purificação com banho de água, ervas e defumadores. A calunga é a representação de antepassados que garantem a proteção do maracatu e tinha sido deixada no terreiro Xambá, em Olinda. Lá ninguém sabia a qual maracatu ela pertencia. O Mestre Shacon Viana fala sobre a importância da boneca dentro da nação. Agora, Dona Júlia vai ficar guardada em um quarto até o dia 20 de fevereiro, quando começam os preparativos religiosos para o Carnaval. O local é considerado sagrado e apenas algumas pessoas do terreiro têm autorização para entrar.

Mais Lidas