Vereador consegue mandado para que jogo entre Botafogo-PB e Náutico seja no Almeidão


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/01/2014 às 8:08
Leitura:
Da Rádio Jornal O Estádio Almeidão, em João Pessoa, está em reformas (Foto: Larissa Kelen/ Reprodução site vavel.com) O Estádio Almeidão, em João Pessoa, está em reformas (Foto: Larissa Kelen/ Reprodução site vavel.com) A polêmica sobre o jogo entre Botafogo-PB e Náutico, válido pela terceira rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste, que estava marcado para o domingo (26), começou na sexta-feira quando a partida foi adiada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. O jogo foi mudado para a segunda-feira (27), no Estádio Nazarenão, na cidade de Goianinha, Estado do Rio Grande do Norte. Para o STJD, o estádio Almeidão, em João Pessoa, não oferece segurança aos torcedores por estar em obras. O torcedor do Botafogo-PB e advogado Renato Martins, vereador em João Pessoa pelo PSB no primeiro mandato e ex-líder da oposição, conseguiu mandado de segurança para que o jogo Botafogo x Náutico seja realizado no estádio Almeidão, ao invés do estádio Nazarenão, em Goianinha, no Rio Grande do Norte, como foi definido pela CBF. O mandado de segurança foi impetrado e deferido pela juíza plantonista Liliane Correia do Tribunal de Justiça da Paraíba. Independente da queda de braço, o náutico está em Goianinha, no Rio Grande do Norte, para a partida no Estádio Nazarenão na noite desta segunda-feira (27). A CBF deve ser notificada da decisão na tarde desta segunda. O procurador-geral do STJD Paulo Schmitt admite que o botafogo pode ser excluído do torneio. Lucas Oliveira, advogado do vereador Renato Martins afirma que a postura reflete o pensamento de outros torcedores paraibanos:

Mais Lidas