Para deputado federal, especial de Natal do Porta dos Fundos é "libertinagem" e deve ser retirado do ar

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/01/2014 às 14:45
Leitura:
Especial de Natal do canal humorístico intitulado Porta dos Fundos tem causado polêmica entre religiosos, políticos e a sociedade. Novídeo, humoristas fizeram uma paródia de trechos bíblicos ironizando dogmas do cristianismo, como a virgindade de Maria. O deputado federal Anderson Ferreira (PR) entrou com uma representação pedindo ao Ministério Público que processe o Porta dos Fundos. De acordo com ele, a paródia pode ser vista como crime contra o sentimento religioso, que está previsto no Código Penal. Em entrevista à JC News com Aldo Vilela, o deputado alega que o vídeo fere a fé cristã e que "liberdade de expressão não pode ser confundida com libertinagem, molecagem".

Mais Lidas