Profissionais do Hospital da Mirueira, em Paulista, cruzam os braços


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/01/2014 às 14:47
Leitura:
unnamed Foto: Carlos Simões/ Rádio Jornal Os pacientes que precisam realizar tratamento de hanseníase e bebidas alcoólicas no Hospital da Mirueira, em Paulista, no Grande Recife, estão sem atendimento médico devido à uma paralisação dos profissionais da unidade. Cerca de 710 funcionários do hospital estão a dois meses sem receber o salário e o vale transporte. Com a paralisação, o número de pessoas atendidas na urgência caiu de 20 para 3 pacientes por dia. Outro serviço que também foi prejudicado foi o de limpeza. O auxiliar de serviços gerais, Josué Guimaraes, foi um dos pacientes que saiu cedo de casa para receber o atendimento, mas encontrou unidade vazia. De acordo com um funcionário do hospital, José Felipe, o atrasos nos salários é uma problema antigo. Confira os depoimentos: A direção do hospital prometeu que os pagamentos vão ser efetuados até o mês de fevereiro.

Mais Lidas