Ministério Público notifica envolvidos na desmobilização de mão de obra em Suape

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/01/2014 às 9:30
Leitura:
Da Redação suape-jc Foto: JC Imagem Mais uma rodada de discussão sobre a situação dos quase 60 mil trabalhadores da Refinaria de Abreu e Lima que vão ficar desempregados entre 2014 e 2015, foi realizada nessa terça-feira (28). O Ministério Público do Trabalho (MPT), entregou uma notificação recomendatória, elaborada em conjunto com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), à todas as partes envolvidas. A reunião dessa terça terminou com o agendamento de audiências que vão funcionar como cobranças de políticas públicas do município e do estado. O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada (Sintepav) também participou das negociações. Um dos representantes do Sintepav, Adenildo Silva, comenta que a união do Ministério Público do Trabalho e dos poderes municipal e estadual, vai fortalecer os direitos dos trabalhadores. É possível que a desmobilização destes trabalhadores seja a segunda maior da história, ficando somente atrás da de Brasília, segundo informações levantadas pelo MPT. Saiba mais sobre a desmobilização da mão de obra em Suape, na reportagem de Ísis Lima:

Mais Lidas