Rodoviários ameaçam fazer paralisação de advertência nesta sexta-feira


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/01/2014 às 8:05
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizado às 9h05 ONIBUS_INTERNA Os representantes da chapa de oposição do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário ameaçam realizar uma paralisação em protesto nesta sexta-feira (31), entre as 6h às 10h, no Grande Recife. Eles reclamam que o sindicato está há 33 anos sob o comando de Patrício Magalhães e a chapa de oposição não teve oportunidade de se candidatar para a presidência. Aldo Santos, representante da oposição ao sindicato, alega que a categoria está indignada e desgastada com o mesmo sindicato há muitos anos e pretende lutar por seu direito de democracia. "A classe rodoviária está fazendo uma paralisação em protesto contra um sindicato que vem se mantendo no poder há tanto tempo". Ele promete ainda que o protesto deve ser pacífico. Ouça aqui a declaração de Aldo Santos sobre a possível paralisação: A Rádio Jornal procurou o atual presidente do sindicato, Patrício Magalhães, para saber como o sindicato pretende lidar com essa possibilidade de paralisação e o seu posicionamento sobre as críticas da oposição. Ele foi enfático ao dizer que não haverá paralisação, que essa ameaça é uma mentira. "Isso não é verdade, isso é mentira. Isso é um grupo de pessoas que não são rodoviários. Eles são desempregados, vivem pedindo dinheiro através de panfletos, querem viver disso, são parasitas eternos", enfatizou. Patrício Magalhães explicou ainda que o prazo para registro de chapas ficou aberto por quatro dias. Ele fez duras críticas aos integrantes da oposição ao sindicato ao dizer que "São 'um bocado' de mentirosos e de desempregados, eles não são trabalhadores". Ouça aqui a entrevista completa com Patrício Magalhães:

Mais Lidas