Oposição ao sindicato dos rodoviários encerra a paralisação de ônibus no Grande Recife


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 31/01/2014 às 14:53
Leitura:
MA Foto: Diego Nigro/ JC Imagem O protesto dos opositores ao sindicato dos rodoviários de Pernambuco encerrou por volta das 9h da manhã desta sexta-feira (31). A paralisação dos rodoviários iniciou por volta das 6h da manhã e provocou transtornos para os passageiros de ônibus. Durante a manifestação, os motoristas bloquearam o cruzamento da Rua do Sol com a Avenida Guararapes, no Centro do Recife, e seguiram até a avenida Agamenon Magalhães, próximo à praça do Derby no sentido Boa Viagem-Olinda onde acabou o protesto. Houve tumulto e discussão entre os manifestantes e os usuários. Durante a manifestação um motorista de ônibus, que preferiu não se identificar, estava com o veículo parado e sofreu ameaças. O presidente do sindicato dos rodoviários Patrício Magalhães está há mais de trinta anos no cargo o que tem desagradado os opositores. De acordo com o representante da oposição Aldo Lima, foi feita uma inscrição para definir os candidatos a uma nova eleição este ano, mas os opositores não conseguiram se inscrever. Em entrevista ao programa Super Manhã desta sexta , o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Integrado de Pernambuco Urbana-PE, Fernando Bandeira de Melo, comentou com o comunicador Geraldo Freire, comentou a paralisação e afirmou que essa mobilização é  um absurdo completo, pois briga sindical se resolve no voto. O sistema de transporte público do Grande Recife é composto por trezentas e noventa linhas de ônibus, três mil veículos, seis mil e quinhentos motoristas e seis mil e quinhentos mil cobradores. Confira a notícia completa no flash de Carlos Simões:

Mais Lidas