Filho do cantor Leonardo Sulivan é investigado em operação de combate à pedofilia e ao racismo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/02/2014 às 20:30
Leitura:
policiaaaaa Foto: Divulgação / Polícia Federal Na última sexta-feira (31), a Polícia Federal realizou a operação Net Control, com o objetivo de combater crimes de pedofilia e racismo. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, resultado de investigações produzidas através de três inquéritos policiais originados no ano de 2012, no Recife e em São Paulo. O filho do cantor Leonardo Sulivan, Renato Menezes, foi um dos investigados pela Polícia Federal e, de acordo com o cantor, houve excessos por parte da equipe da PF. De acordo com Renato Menezes, a Polícia Federal chegou até o local com o mandado de busca, armas em mãos e usou da força para render um dos moradores da  residência. Em entrevista à Rádio Jornal, realizada pelo comunicador Aroldo Costa, o assessor de Comunicação da Polícia Federal em Pernambuco, Geovani Santoro, explica que os policiais tiveram que derrubar o portão da casa porque um dos moradores demorou de 10 a 15 minutos para permitir a entrada dos policiais. Nesta operação foram apreendidos CDs, drives e computadores. No caso de Renato, apenas um notebook foi levado para averiguação. Caso seja detectado algum conteúdo de pornografia infantil e racismo, os responsáveis poderão ser indiciados.

Mais Lidas