Com 39 ministérios, governo não consegue dar agilidade à máquina pública

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/02/2014 às 9:30
Leitura:
Da Redação São 39 ministérios. Apenas um a menos que o Congo, na África. Cada um com seu ministro, diretores, superintendentes, secretários-executivos e restante do corpo técnico. Quase 985 mil funcionários apenas no poder executivo que receberão, em 2014, R$ 185 bilhões em salários, gratificações, horas-extras e outros encargos. Sobre este assunto, o âncora Joffre Melo conversou com o economista e presidente da Sociedade Pernambucana de Planejamento Empresarial, Márcio Borba.

Mais Lidas