Governo do estado não foi comunicado sobre contratação de agentes penitenciários


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/02/2014 às 14:28
Leitura:

digo-nigro-2

Foto: Diego Nigro/ JC Imagem

Um dia após o tumulto registrado na Penitenciária Agroindustrial São João (PAE) a Secretaria Estadual de Ressocialização (Seres) informou a saída de Ricardo Pereira, atual diretor da unidade. A retirada dele do cargo foi realizada após solicitação dos detentos. A partir desta sexta-feira (13), volta a assumir o cargo o agente penitenciário Roger Moury.

A movimentação em frente à unidade prisional, era de normalidade. Alguns presos realizavam trabalhos de manutenção no pátio e recolhiam materiais, resultado do motim.

O promotor da Vara de Execuções Penais, Marcellus Ugiete, visitou a PAE logo após os incidentes. Ele decidiu que vai entrar com um ofício solicitando a contratação emergencial de 100 agentes penitenciários aprovados no último concurso.

O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco, também se pronunciou sobre a situação das unidades prisionais do estado. Para o presidente, Nivaldo Oliveira, o estado precisa ser responsabilizado pelas mortes.

A assessoria da Secretaria Estadual da Casa Civil informou que ainda não recebeu o documento do Ministério Público de Pernambuco. A reportagem entrou em contato com a assessoria da Secretaria de Ressocialização e não obteve sucesso.


Mais Lidas