Promotor dá prazo de 30 dias para que Pernambuco contrate novos agentes penitenciários


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/02/2014 às 10:26
Leitura:
Da Rádio Jornal O promotor da Vara de Execuções Penais, Marcellus Ugiette. Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem O promotor da Vara de Execuções Penais, Marcellus Ugiette.
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem Após a repercussão da rebelião ocorrida na Penitenciária Agroindustrial São João, de Itamaracá, que deixou um saldo de mortos e feridos e provocou a saída do diretor da unidade, o promotor da vara de Execuções Penais Marcellus Ugiette concedeu entrevista à Rádio Jornal, na manhã desta sexta-feira (14) e declarou que entrará com um ofício pedindo contratação emergencial de pelo menos 100 novos agentes penitenciários em Pernambuco. Foto: Diego Nigro/ JC Imagem Detentos da Penitenciária Agroindustrial de Itamaracá após rebelião. Foto: Diego Nigro/ JC Imagem Marcellus declara: "A gente chegou no limite e por isso estou tomando algumas atitudes pois acredito que agora não dá mais pra conversar, a gente tem que demandar o Estado em algumas situações, por exemplo na contratação de agentes penitenciários. É isso que eu estou fazendo agora, estou oficiando o estado dando um prazo de 30 dias para a contratação de pelo menos 100 agentes penitenciários de forma absolutamente emergencial, sob pena de uma ação contra o Estado". Sobre as penitenciárias do Estado, o promotor disse que que realmente a situação está muito ruim e que se chegou a um limite. Ele acredita que "tem alguma coisa errada que ainda não foi consertada, uma filosofia equivocada na administração para a reinserção social". Ouça aqui a entrevista completa:

Mais Lidas