Secretaria de Ressocialização muda diretor de penitenciária de Itamaracá após rebelião


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/02/2014 às 9:02
Leitura:
Da redação da Rádio Jornal Atualizado às 9h22 Foto: Diego Nigro/ JC Imagem Foto: Diego Nigro/ JC Imagem A Secretaria de Ressocialização de Pernambuco resolveu atender a reivindicação dos detentos da Penitenciária Agroindustrial São João, localizada em Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife. Ricardo Pereira, diretor da unidade prisional, foi afastado do cargo. Em seu lugar, retoma as funções o agente penitenciário Roger Moury, que foi diretor do presídio antes de Ricado. A rebelião da quinta-feira (13) deixou um saldo de dois mortos e oito feridos. De acordo com a Seres Ricardo Pereira, que é agente penitenciário, estava administrando a antiga PAI há 2 meses. Antes, ele estava à frente do Presidio Frei Damião de Bozzano no Complexo Penitenciário Professor Aníbal Bruno, no Recife. O repórter Elton Ponce dá a notícia: Após a divulgação da decisão, o comunicador Geraldo Freire entrevistou o representante dos agentes penitenciários de Pernambuco, Nivaldo de Oliveira Jr sobre a medida e ele contou que não é fácil trabalhar com regime semi-aberto e que a situação era complicada na PAI quando  Ricardo Pereira assumiu o cargo, pois haviam muitos "maus costumes" na unidade e o diretor tentou colocar ordem quando chegou, mas não foi bem recebido. "O sistema penitenciário de Pernambuco está convulsionando e o governador sabe", completou o agente ao dizer que o Estado está sendo omisso com o sistema penitenciário de Pernambuco.

Mais Lidas