Mesmo com greve no Detran, pagamento do IPVA não vai ser prorrogado


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/03/2014 às 7:59
Leitura:
Da Rádio Jornal  Atualizado às 10h48 Categoria está em paralisação. Foto: Rádio Jornal Categoria está em paralisação. Foto: Rádio Jornal Mesmo com a paralisação de três dias dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Pernambuco, o presidente do órgão, Caio Melo, anunciou que não vai haver prorrogação no prazo para pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O anúncio foi feito durante coletiva realizada na Secretaria de Administração do Estado (SAD), nesta quinta-feira (14). Caso fosse estendido o prazo, esta seria a terceira prorrogação, que já teve a data estendida até o dia 31 de março, pois os usuários estavam enfrentando problemas no site do departamento. O problema já foi solucionado, segundo o presidente. Para atender à demanda dos contribuintes que precisam pagar a primeira parcela do IPVA, a partir desta sexta-feira (14), os postos de atendimento do Detran devem realizar apenas pagamento do imposto. O Detran vai aceitar, após a greve, a quitação sem multas das faturas, por um período de dias igual ao da paralisação. Leia também: > Estado afirma que paralisação dos funcionários do Detran não é legítima; > Servidores do Detran-PE decidem manter paralisação até sábado (15); > Detran atende nos próximos três sábados para amenizar efeitos da greve. Caio Melo também afirmou que a participação do órgão nos bloqueios da Lei Seca vai ser mantida, já que o efetivo maior são da Polícia Militar e da Secretaria de Saúde. O presidente convocou os funcionários que ocupam cargos de confiança e os que não concordam com o movimento paredista a comparecer aos postos de atendimento. Os servidores anunciaram uma paralisação até este sábado (15). Eles pedem o cumprimento de duas leis que gratifiquem os examinadores de trânsito e os fiscais da Lei Seca e o pagamento de hora extra dos funcionários dos postos do Detran em shoppings. Ouça a entrevista com o presidente do Detran na reportagem de Ísis Lima, especial para a Rádio Jornal: Para o governo de Pernambuco a greve dos servidores do Detran é ilegal, já que um acordo entre as partes foi firmado para este ano. A Secretaria de Administração afirma que o sindicato aceitou as medidas impostas por este acordo, que não previa greves. A paralisação reivindica o pagamento de gratificações e horas extras para os funcionários que trabalham nos shoppings. O secretário da pasta, Décio Padilha comenta que essas duas causas não estavam dentro do acordo realizado: Funcionários comissionados e gerentes do Detran estão atendendo exclusivamente os clientes que procuram geração e impressão de boletos do IPVA 2014. Na sede do Detran-PE, no bairro da Iputinga, o atendimento começou às 8h e segue até as 16h, nesta sexta-feira (14). Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:

Mais Lidas