Com arbitragem polêmica, Sport vence Santa Cruz por 2 a 1 e está na final da Copa do Nordeste


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/03/2014 às 23:10
Leitura:
Da Redação Atualizada às 23h58 rubro-negros comemoram Rubro-negros comemoram classificação. Foto: JC Imagem Tudo deu certo para o Sport na noite desta quarta-feira (19), no estádio José do Rego Maciel, no Arruda. Na partida de volta pela semifinal da Copa do Nordeste, o Leão voltou a levar a melhor. O placar de 2 a 1 confirma a classificação do Rubro-negro à final do campeonato. A vitória começou a ser construída aos 44 minutos do primeiro tempo, quando o Leão saiu na frente com gol de Rithely numa cabeçada forte, indefensável para o goleiro Tiago Cardoso. [Ouça a narração de Roberto Queiroz] No jogo de ida, o Sport construiu boa vantagem ao ganhar do Santa Cruz por 2 a 0. O placar de 1 a 0 obrigava o Tricolor a fazer quatro gols se quisesse passar à final do campeonato. Contudo, a primeira etapa foi marcada por lances polêmicos. Representante do Brasil na Copa do Mundo, o árbitro Sandro Meira Ricci marcou um pênalti de Leandro Souza em Felipe Azevedo. Para o comentarista da Rádio Jornal / JC News Maciel Júnior, a falta foi inexistente. santa indignado Torcida do Santa revoltada com atitudes da arbitragem. Foto: JC Imagem Por este lance, o zagueiro Leandro Souza recebeu cartão amarelo. O atacante Neto Baiano foi para a cobrança e mandou na trave. Pouco tempo depois, Souza entrou solando no pé de Durval e recebeu o segundo amarelo, que acarretou na expulsão dele. Antes, aos 18 minutos, o zagueiro Everton Sena deu uma forte entrada no meia Danilo e por isso foi expulso. O Santa Cruz ficou com dois jogadores a menos na maior parte do jogo. Na segunda etapa, o Tricolor empatou logo no primeiro minuto de jogo, com o atacante Léo Gamalho, que pegou bem na bola. Enquanto isso, a torcida coral saía desanimada do estádio com o sonho da inédita classificação à final da Copa do Nordeste cada vez mais distante. O Rubro-negro passou à frente de novo, aos dez minutos com o lateral Patric, em chute que desviou na defesa do Santa Cruz, enganando Tiago Cardoso. Já próximo ao fim do jogo, precisamente aos 40 minutos, o atacante Felipe Azevedo recebeu cartão vermelho. Não adiantava muito para a equipe coral. O adversário do Sport na decisão é o Ceará, que mesmo perdendo a partida de volta contra o América-RN por 2 a 0, passou porque venceu o primeiro confronto por 4 a 0.

Mais Lidas