Em busca de melhorias trabalhistas, profissionais da limpeza urbana ameaçam entrar em greve

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/03/2014 às 9:30
Leitura:
Da Redação gari-recife-jc Categoria distribuirá carta à população explicando o motivo da luta Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem Os trabalhadores da limpeza urbana do Recife, responsáveis pelo serviço de coleta de lixo e varrição da cidade ameaçam entrar em greve. As principais reivindicações da categoria são piso salarial de R$ 800, 100% de hora extra, ticket refeição no valor de R$ 350 e fornecimento de protetor solar. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio e Conservação de Pernambuco (Stealmoaic) divulgou na terça-feira (25) uma carta aberta voltada aos moradores da cidade informando sobre a decisão da categoria. Na quinta-feira, às 10h, uma assembleia vai reunir representantes da diretoria da Vital Engenharia, empresa que presta serviço de coleta de lixo a Emlurb, e do sindicato, para discutir a proposta.

Caso não haja acordo com a Vital, uma nova assembleia acontece sexta-feira (28), para decidir paralisação ou não dos serviços de coleta de lixo. De acordo com o sindicato, todos os trabalhadores estão dispostos a aderir à paralisação. Saiba mais na reportagem de Vanessa Falcão:

Mais Lidas