Torcidas organizadas vão a clássico e nas ruas cenas de vandalismo se repetem


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/03/2014 às 7:54
Leitura:
Da Rádio Jornal  Registro da confusão do último clássico entre Sport e Santa, na semana passada Foto: Alexandre Gondim/  Arquivo JC Imagem Registro de confusão do primeiro dos 4 clássicos entre Sport e Santa, no dia 6 de março
Foto: Alexandre Gondim/ Arquivo JC Imagem

Nesta quarta-feira (26) teve correria entre torcedores na saída do clássico das multidões pelas ruas de bairros da zona norte do recife. Na Avenida Beberibe no bairro de Cajueiro grupos da torcida rubra negra e tricolor foram revistados por policiais militares que acompanhavam o cortejo. Em seguida foram liberados. O mesmo aconteceu pela Avenida Norte.

Antes do jogo no Arruda começar, diversos torcedores do Santa Cruz estavam com metade do corpo para fora da janela do ônibus na Estrada Velha de Água Fria. Mesmo com a proibição das organizadas, muitos trajavam uniformes da Torcida Jovem e da Inferno Coral.

LEIA TAMBÉMEmpate garante Santa Cruz e Sport nas semifinais do Campeonato Pernambucano

De acordo com o morador da localidade, Antônio Carlos, que também tem um comércio nos arredores do estádio do Arruda, devido à situação em dia de clássico os estabelecimentos ficam impossibilitados de abrir por conta dos tumultos causados pelas organizadas. Ele ainda afirma que o problema é maior porque a área destinada a torcida adversária fica ao lado das residências.

Para o quarto jogo do clássico das multidões o efetivo militar foi de 778 policiais, cinco a mais em relação à partida da semana passada.

O repórter Jucelino Silva, especial para a Rádio Jornal, traz os detalhes:

 

Mais Lidas