Ação da Comissão da Memória e Verdade marca repúdio aos 50 anos de início do Golpe Militar


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 31/03/2014 às 12:44
Leitura:
Da Rádio Jornal Governador Eduardo Campos de mãos dadas com a avó e viúva de Miguel Arraes, Magdalena Arraes  Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal Governador Eduardo Campos de mãos dadas com a avó e viúva de Miguel Arraes, Magdalena Arraes
Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal

A Comissão Estadual da Memória e Verdade Dom Hélder Câmara visitou o túmulo de três figuras importantes na luta pela democracia em Pernambuco no período da Ditadura Militar. As homenagens se iniciaram no Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife, onde foi enterrado Miguel Arraes de Alencar, primeiro governo deposto pelo golpe de 1964.

O governador Eduardo Campos, neto de Miguel Arraes, participou da solenidade. Fernando Coelho, coordenador da comissão falou que a ação é um ato que marca o repúdio aos 50 do início do Golpe Militar e um registro, através de pessoas que foram emblemáticas, lembrar o episódio e a atuação que eles tiveram.

Outros detalhes no flash do repórter Rafael Carneiro:

Mais Lidas