Cerca de 1200 vigilantes de transporte de valores podem entrar em greve


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/04/2014 às 15:39
Leitura:
Da Rádio Jornal Profissionais que trabalham com transporte de valores se reúnem em assembeia nesta quarta-feira (2) para decidir se paralisam suas atividades. A reunião acontece às 20h, na sede do sindicato da categoria. Na pauta do encontro está a avaliação das contrapropostas feitas pelas empresas Brinks, Corpus, Preserve e a Prosegur às reivindicações dos profissionais, que reivindicam reajuste de 20%, aumento no valor do ticket refeição e redução da jornada de trabalho. Se não entrarem em um acordo, os vigilantes podem entrar em greve. Caso aconteça a paralisação, entrega de valores e reabastecimento de caixas eletrônicos serão prejudicados. Saiba as informações completas na reportagem de Bianca Bion:

Mais Lidas