Para Humberto Costa, Eduardo Campos tem agido de modo injusto, deselegante e politicamente equivocado

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/04/2014 às 8:10
Leitura:
edu Foto: Clemilson Campos / JC Imagem Nesta última semana à frente do Governo de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) faz maratona de inauguração de obras. Para o senador Humberto Costa (PT), o presidenciável tem agido de modo injusto, deselegante e politicamente equivocado. As afirmações foram feitas em entrevista à JC News com Joffre Melo, nesta quinta-feira (3), e dizem respeito à falta de convite a membros do governo federal na inauguração de obras em Pernambuco, que só puderam ser viabilizadas por causa de recursos da União. Como exemplo, o senador usa o museu Cais do Sertão, em homenagem a Luiz Gonzaga, localizado no Porto do Recife. De acordo com ele, o ex-presidente Lula abraçou com todo empenho o projeto. A ausência da presidente Dilma Rousseff e da representação do Ministério da Cultura, na inauguração que acontece nesta quinta causa a impressão de que algo feito em parceria é fruto exclusivamente do governo estadual. Ouça entrevista na íntegra em que Humberto Costa também explicou porque é contra a CPI da Petrobras:

Mais Lidas