Funcionários de empresa terceirada de Suape queimam ônibus durante protesto

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/05/2014 às 14:52
Leitura:
Da Rádio Jornal  O protesto deixou o trânsito interrompido na PE-09 Foto: @RegoAlan / Twitter O protesto deixou o trânsito interrompido na PE-09
Foto: @RegoAlan / Twitter

Cerca de 30 trabalhadores da empresa terceirizada Emtep ligada à petroquímica de Suape realizaram um protesto na PE-09 em Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife, na manhã desta segunda-feira (12). Os manifestantes foram demitidos e protestaram contra o atraso no pagamento da rescisão.

Houve confusão e o Batalhão de Choque da Polícia Militar precisou ser chamado. Bombas de efeito moral foram jogadas. Quatro ônibus foram incendiados pelos trabalhadores, e seis pessoas foram detidas e levadas para a delegacia de Ipojuca.

O assessor do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem no Estado (Sintepav), Leodelson Bastos, detalhou que a movimentação começou por volta das 6h no trecho conhecido como Curva do Boi. Ele reclamou da ação truculenta do Batalhão de Choque, que chegou atirando balas de borracha e bombas de efeito moral contra os trabalhadores.

O protesto durou cerca de seis horas e terminou por volta do meio dia. O trânsito ficou muito complicado na PE-09 e na VPE-052. O motorista de uma van, Amilton Silva, disse que ficou retido no congestionamento por cinco horas.

O Sintepav informou que a área jurídica do sindicato está acompanhando os trabalhadores detidos. A concessionária Rota do Atlântico informou que enviou guinchos para retirar os veículos do local.

Confira os detalhes na matéria produzida por Bianca Bion, com Ismaela Silva:

Mais Lidas