Cirurgião é encontrado morto a tiros dentro de carro carbonizado na BR-101


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/05/2014 às 10:55
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizado às 15h médico interna Foi encontrado na noite da última segunda-feira (12), na BR-101, no bairro de Comporta, Jaboatão dos Guararapes, o corpo do cirurgião torácico, Artur Eugênio de Azevedo Pereira. De acordo com informações iniciais da polícia, o médico tinha acabado de sair de um plantão no Hospital de Câncer de Pernambuco, por volta das 19h30, e foi ao Hospital Português para avaliar uma paciente. Ele teria desaparecido depois de sair da unidade de saúde. Artur tinha pelo menos sete perfurações provocadas por bala de pistola. O corpo foi encontrado carbonizado por volta da 22h da segunda-feira. Estava sem documentos de identificação e o carro dele foi localizado queimado apenas na manhã desta terça, ao lado do CT do Náutico, na Guabiraba, Zona Norte do Recife. Artur foi achado bem vestido, de sapato e calça social e de gravata. O corpo foi periciado pelo Instituto de Criminalística (IC) e encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro. Por enquanto, a principal linha de investigação da polícia é latrocínio (assalto seguido de morte), já que o carro e carteira do cirurgião não foram encontrados no local onde estava o corpo. O delegado Vitor Hugo, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), esteve no local para iniciar as primeiras investigações. Artur era casado e morava na Rua dos Navegantes, em Boa Viagem. Tinha registro no Conselho Regional de Medicina de Pernambuco e Paraíba. Saiba mais na reportagem de Karoline Fernandes, abaixo:

Mais Lidas