Presidente Dilma visita Pernambuco, Paraíba e Ceará para vistoriar e inaugurar obras


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/05/2014 às 9:24
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizado às 14h45 Menos de um mês depois, de visitar a cidade de Serra Talhada, no Sertão do estado, e o Porto de Suape, na Região Metropolitana do Recife, a presidenta e pré-candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), volta a Pernambuco nesta terça-feira (13). A expectativa é que a presente chegue no meio da tarde e também fale com os jornalistas que a aguardam. Porém a população da cidade não parece muito interessada na visita. Ouça a reportagem de Rafael Carneiro, abaixo: Segundo a assessoria da presidência, Dilma desembarca na cidade de Cabrobó, no Sertão do São Francisco, a 586km do Recife, para inaugurar uma estação de bombeamento e vistoriar as obras do projeto de transposição do Rio São Francisco. Apesar da costumeira animação da população por onde a presidenta passa, o clima em Cabrobó promete não ser tão amigável. É o que diz o prefeito da cidade, Auricélio Medeiros (PSDB), ao relatar a sua insatisfação com o Governo Federal. Estive lá e não atendido pelos ministros e sim por seus assessores, afirma. >> Poucos aliados vão subir hoje à tarde no palanque da presidente Dilma Rousseff em Cabrobó A visita as obras de estação de bombeamento EBI 1 do projeto de integração do Rio São Francisco está marcada para às 15h. Ao contrário de outras oportunidades, correligionários da petista não poderão estar presente no ato. O senador Humberto Costa e os deputados João Paulo e Pedro Eugênio estão em Brasília para cumprir agenda política. A presidente estadual do Teresa Leitão também não vai ao Sertão, pois tem compromisso na Assembleia Legislativa. Já o pré-candidato a governador, o senador Armando Monteiro Neto (PTB), permanece em Brasília para acompanhar a eleição na CNI. A obra a ser visitada hoje pela presidente, a transposição do Rio São Francisco é gerenciada pelo Ministério da Integração Nacional. O ex-titular da pasta, Fernando Bezerra Coelho, pré-candidato ao senado pelo PSB afirma que a visita é oportuna: E o debate sobre os governos Estadual e Federal ultrapassa as obras de transposição do Rio São Francisco. Cerca de um mês antes da abertura da Copa do Mundo no Brasil, reascende a discussão sobre o item mobilidade. Nem todos os projetos previstos vão estar prontos até a partida entre Costa Do Marfim e Japão em catorze de junho. Para o secretário Extraordinário da Copa do Governo do Estado, Ricardo Leitão, a burocracia atrapalhou o andamento das obras. Ele culpa a falta de recursos do Governo Federal para financiar os serviços de mobilidade: O papel de defensor do legado petista frente as críticas dos socialistas coube ao senador pernambucano Humberto Costa. As declarações foram dadas ao comunicador Geraldo Freire no programa Supermanhã nessa segunda-feira (12). Para o parlamentar, não existe qualquer tipo de retaliação a Pernambuco por conta da candidatura de Eduardo Campos. Humberto diz que essa desculpa de falta de investimentos federais é mera conversa fiada de quem não tem o que explicar: Ouça também a reportagem de Carlos Simões, sobre a transposição do Rio São Francisco

Mais Lidas