Saques, assaltos e arrastões. Exército já está nas ruas para conter onda de violência

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/05/2014 às 0:55
Leitura:
Nesta quinta-feira (15), como reflexo do clima de tensão e insegurança proporcionado pela greve dos Policiais Militares e Bombeiros do Estado, cidades por todo o estado estão registrando  assaltos, saques, assaltos e arrastões. Funcionários de lojas estão sendo liberados para garantir a segurança. Na Zona Sul do Recife, o supermercado Arco-íris, localizado na Avenida Jean Emile Favre, no Ipsep foi saqueado. Cerca de 50 pessoas forçaram as portas do estabelecimento e furtaram aparelhos celulares, alimentos e outros produtos de menor valor. No Arruda, a reportagem do NE10 foi alvo de vândalos. Após flagrarem um grupo que saqueava um caminhão de água mineral na Rua Odorico Mendes, a equipe foi recebida apedrejada. A repórter Marília Banholzer deu detalhes da situação da Zona Norte do Recife: PEIXINHOs Foto: Alana Lima / Rádio Jornal Em peixinhos, na esquina com a Avenida Gomes de Azevedo o clima está bastante complicado. Homens do Exército já estão na localidade desde às 13h30 para controlar a confusão. Mais cedo houve tentativa de saque a uma loja da insinuante. Mais informações no Flash da repórter Alana Lima: Em Abreu e Lima, por conta do clima de pânico, a Prefeitura da Cidade decretou ponto facultativo. A repórter Karoline Fernandes informa que os saques continuam acontecendo nesta manhã. Policiais da Cidade observam os roubos acontecerem sem tomar nenhuma atitude.
Loja de eletrodomésticos ficou completamente danificada. Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal
Loja de eletrodomésticos ficou completamente danificada. Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal
Crianças, adultos e até idosos participam de saques em Abreu e Lima e também em Paulista. Imprensa acompanha de longe, pois os saqueadores estão atirando paus e pedras nos jornalistas.
Lojas fecham as portas em Paulista. Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal
Lojas fecham as portas em Paulista. Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal
Confira as informações da redação: Em Garanhuns, o repórter Eduardo Peixo também registrou denúncias de arrastões e saques. Os comerciantes, alarmados, fecharam as portas: Confira informações de ouvintes de todo o estado: Pela manhã, uma relojoaria instalada no Hiper Bompreço de Casa Forte foi assaltada por quatro homens armados. Eles fugiram do local levando dinheiro e mercadorias. Funcionário da loja diz que os acusados estavam calmos durante a ação: Em Itambé, Zona da mata Norte do estado e divisa com a Paraíba, o cenário também é devastador. O repórter Roberto Carvalho traz as informações: ABREU E LIMA - Lojas do centro de Abreu e Lima foram alvo de saqueadores na noite desta quarta-feira (14). Eletrodomésticos e produtos eletrônicos foram levados de estabelecimentos que foram arrombados. Além dos saques, um protesto causou transtornos a moradores e motoristas que passaram pela BR-101, no município. À tarde, caminhões de lojas também foram saqueados. scheppa-saques Foto: Hélia Scheppa / JC Imagem A Polícia Rodoviária Federal enviou equipe ao local, mas o efetivo não é suficiente para conter os manifestantes. O clima na cidade é de desespero e tensão. Há a ameaça de saques às residências no centro da cidade. As lojas contrataram segurança privada ao longo do dia. Os seguranças chegaram a deter alguns envolvidos na ação. PRISÕES - Os saques ocorridos em Abreu e Lima e a desordem instalada no centro da cidade na noite desta quarta-feira resultou na prisão de nove pessoas. Os suspeitos foram detidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por furto a estabelecimentos comerciais. Os flagrantes foram registrados na Delegacia de Polícia Civil de Paulista.

Mais Lidas