Segundo moradores de Abreu e Lima, até crianças estão saqueando estabelecimentos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 15/05/2014 às 9:25
Leitura:
Da Rádio JC News Loja de calçados em Abreu e Lima após ser saqueada Foto: Karoline Fernandes/ Rádio JC News
Loja de calçados em Abreu e Lima após ser saqueada
Foto: Karoline Fernandes/ Rádio JC News

A cidade de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, após a onda de saques à estabelecimentos comerciais que atingiu o centro do município na quarta-feira (14). A situação deixou os moradores amedrontados. Os saqueadores aproveitaram a greve da Polícia Militar para instalar uma onda de medo e desordem na cidade

A repórter Karoline Fernandes, da Rádio JC News foi ao município, na manhã desta quinta-feira (15), e relatou a situação. Foi possível observar muito lixo e o centro comercial completamente destruído. As portas e as vidraças dos estabelecimentos foram quebradas.

Segundo o morador Thiago Rocha, o tumulto começou quando a população saqueou um caminhão de refrigerantes, mas a noite a situação ficou mais complicada. De acordo com o morador, as lojas fecharam as portas e crianças eram usadas para saquear lojas.

Porta de uma loja de sapatos arrombada  Foto: Karoline Fernandes
Porta de uma loja de sapatos arrombada
Foto: Karoline Fernandes

Apesar da presença dos jornalistas, os saqueadores não se intimidaram, e nesta manhã, continuaram a saquear as lojas de Abreu e Lima.

Confira os detalhes nas reportagens de Karoline Fernandes, da Rádio JC News:

Mais Lidas