Onda de violência e saques assusta comerciantes e moradores de todo o estado


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/05/2014 às 9:29
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizada às 10h14 Loja de eletrodomésticos ficou completamente danificada. Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal Loja de eletrodomésticos ficou completamente danificada em Abreu e Lima. Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal Em Abreu e Lima, a cidade mais atingida por saques durante a greve da Polícia Militar, muitas lojas não abriram a porta ao público. Os funcionários realizaram trabalho interno para reorganizar as lojas que não foram completamente esvaziadas durante a onda de violência dessas quarta e quinta-feira (14 e 15). Enquanto isso, os saqueadores atacaram de pequenos estabelecimentos a supermercados de grandes redes. A violência desta quinta-feira ficou exposta também pelos registros de assaltos com uso de arma de fogo. Sem policiamento ostensivo, a população alterou a rotina e poucos se atreveram a circular pelas ruas. Mesmo com a informação do término do protesto, vândalos em grupos atacaram lojas em São Lourenço da Mata e Jaboatão. Gerente de um estabelecimento comercial invadido em Boa Viagem, Hugo Medina afirma que tudo ocorreu em pouco tempo: No intervalo de 48h, a polícia civil deteve 234 pessoas, com 102 autuações em flagrante. Entre os casos mais frequentes estão os furtos, roubos, dano qualificado, perturbação do sossego e porte ilegal de arma. Além da Força Nacional o efetivo teve o apoio do Exército e da Companhia Independente de Operações na Caatinga (CIOSAC), da PM. Os números finais serão apresentados pela secretaria de defesa social ao longo desta sexta-feira. A greve da Polícia Militar e dos Bombeiros também deixou o saldo de 15 mortos na Região Metropolitana do Recife. >> assassinato na Zona da Mata Norte O ex-vereador Jamilson Alberto da Silva, de 44 anos, foi morto em Goiana, nesta quinta-feira (15), com seis tiros nas costas. Jamilson do Carburador, como era conhecido, chegava para trabalhar na oficina mecânica, na PE-65. Nesta sexta-feira (16), Gilvan da Silva, o Bambi, de 31 anos, foi assassinado na Avenida Domingos Ferreira. A polícia apurou que a vítima tentou assaltar um veículo quando um dos ocupantes do carro reagiu e atirou. Humberto Ramos é delegado da força tarefa do departamento de homicídios e proteção a pessoa (DHPP): Já em Toritama, no Agreste, a ira dos vândalos teve outro foco: os prédios da Prefeitura e da Câmara de Vereadores. Um grupo de adolescentes acusado de envolvimento da depredação passou a noite na delegacia de Santa Cruz do Capibaribe.

Mais Lidas