Cobertos de lamas, artistas do grupo Desvio Coletivo criticam organizações de poder

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/05/2014 às 17:32
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: Lélia Perlim/ Especial para a Rádio Jornal Foto: Lélia Perlim/ Especial para a Rádio Jornal

O grupo Desvio Coletivo protagonizou, em frente ao Palácio do Campo das Princesas, no centro do Recife, uma intervenção artística que atraiu a atenção de quem passava pelo local. A intervenção "Cegos" faz parte da programação do Palco Giratório, evento organizado pelo Sesc e realizado em várias cidades brasileiras. 

Com pastas na mão, grupo faz alusão à políticos e executivos Foto: Lélia Perlim/ Especial para a Rádio Jornal Com pastas na mão, grupo faz alusão à políticos e executivos
Foto: Lélia Perlim/ Especial para a Rádio Jornal

A diretora do Desvio Coletivo, Priscila Toscano, explicou que a performance "Cegos" conta com 42 artistas cobertos de lama e vestindo roupas de sociais. Eles caminharam lentamente por diversas partes da cidade com os olhos vendados. Ela destacou que isso dá diversas possibilidades de interpretação. "Será que são executivos, políticos? Pessoas de poder que estão sujas, cegas e lentas?", exemplificou Priscila. 

Confira os detalhes no flash de Lélia Perlim, especial para a Rádio Jornal:

Mais Lidas