Mobilização de trabalhadores rurais cobra plano e incentivo a agricultura familiar

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/05/2014 às 12:00
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizado às 14h40 Grito da terra 2013. Foto: reprodução site da CUT Grito da terra 2013
Foto: reprodução site da CUT

Cerca de 1.500 trabalhadores rurais ligados à Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Pernambuco (FETAPE) se reúnem no Recife para participar do 20º Grito da Terra. A mobilização é organizada pela Contag e Federações Estaduais e ocorre simultaneamente em todo país.

O movimento cobra dos governos Estadual e Federal uma pauta entregue anteriormente, que reivindica reforma agrária e assistência técnica ao trabalhador do campo.

O presidente da FETAPE, Doriel Barros, pontua as reivindicações. Segundo Doriel, uma pauta com mais de 20 itens foi entregue à presidente Dilma Rousseff em abril.

Ainda de acordo com Doriel Barros, a FETAPE solicitou uma audiência com o Governo de Pernambuco para discutir as reivindicações, mas não obteve resposta. Saiba mais na reportagem de Karoline Fernandes:

À tarde, os trabalhadores se concentraram em frente à sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), na Avenida Rosa e Silva, na Zona Norte do Recife. 

O agricultor Sérgio Roberto trabalha no corte da cana no município de Sirinhaém, na Zona da Mata Norte do Estado, e alertou para o descaso dos governantes com os trabalhadores.

Confira os detalhes no flash de Lélia Perlim, especial para a Rádio Jornal:

Mais Lidas