Policiais de Abreu e Lima continuam a ouvir pessoas envolvidas nos saques

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 20/05/2014 às 17:00
Leitura:
Da Rádio Jornal Loja de sapatos arrombada em Abreu e Lima Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal Loja de sapatos arrombada em Abreu e Lima
Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal

A polícia continua recebendo mercadorias e ouvindo pessoas envolvidas nos arrastões ocorridos durante a greve dos policiais militares. Em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife, mais de 35 depoimentos já foram tomados. A força-tarefa continua nos próximos dias.

A respeito da paralisação nacional dos policiais civis, nesta quarta-feira (20), o delegado Alberes Félix disse que a categoria não vai aderir ao movimento no município.

No centro comercial, a maioria das lojas já está funcionando normalmente. Nas vidraças e paredes a população colou corações feitos em cartolina, com mensagens de otimismo. 

As mercadorias devolvidas pela população estão sendo levadas a um depósito da Polícia Civil no bairro do Curado, no Recife. Somente na Região Metropolitana, foram registradas 124 ocorrências de saques. Os envolvidos podem ser indiciados por furto qualificado ou receptação.

A repórter Karoline Fernandes traz estas informações na reportagem:

Mais Lidas