Mulher do cirurgião torácico assassinado vai prestar depoimento à polícia


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/05/2014 às 10:28
Leitura:
Da Rádio Jornal médico interna O delegado Guilherme Caraciollo responsável pelas investigações não quis detalhar a ouvida da médica Carla Azevedo. Artur Eugênio de Azevedo Pereira, de 35 anos foi executado com quatro tiros, sendo um na cabeça. O corpo foi encontrado às margens da BR-101 Sul em Jaboatão e o veículo incinerado na Guabiraba na Zona Norte do Recife. O Disque Denúncia oferece R$ 10 mil de recompensa por informações do autor ou autores de crime. O telefone do Disque Denúncia é o 3421 9595. Duas missas, uma no Hospital de Câncer e outra no IMIP lembraram a primeira semana do assassinato do cirurgião torácico. Nas cerimônias religiosas, familiares, amigos e colegas de profissão participaram de atos contra a violência. Ivan Costa, diretor do Hospital de Câncer de Pernambuco, fala do legado deixado pelo médico:

Mais Lidas