Após reunião, Justiça autoriza busca e apreensão de objetos saqueados em Abreu e Lima


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/05/2014 às 12:28
Leitura:
Da Rádio Jornal O juiz da cidade, o Ministério Público e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Abreu e Lima se reuniram na manhã desta terça-feira (27) ainda nas discussões sobre as consequências da onda de saques que aconteceu na cidade durante a greve da Polícia Militar há duas semanas. Ficou decidido que serão expedidos mandado de busca e apreensão dos objetos que foram levados das lojas durante o período dos saques. Um total de vinte pessoas já foram presas em flagrante e 30 investigações já foram instauradas. Ficou decidido também que representantes de 10 lojas que foram alvo em Abreu e Lima vão participar do reconhecimento dos produtos furtados. O repórter Rafael Carneiro, da Rádio Jornal, falou com a delegada responsável pela região, Morgana Alves, que traz mais detalhes sobre a reunião.

Mais Lidas