Após ser considerado o pior presídio do país, novo pavilhão é inaugurado no Aníbal Bruno

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/05/2014 às 15:52
Leitura:
anibal Foto: Guga Matos / JC Imagem Um novo pavilhão com espaço para alojar 306 reeducandos foi inaugurado no presídio Juiz Antônio Luis Lins de Barros, no Complexo do Curado, no bairro do Sancho, nesta terça-feira (27). Com isso, aumenta a capacidade para 901 vagas. O investimento foi de R$ 935 mil. A inauguração do novo pavilhão veio logo depois que o presídio Aníbal Bruno, atual Complexo do Curado, foi considerado o pior do país durante uma inspeção da Comissão Nacional de Justiça (CNJ), na semana passada. Entre os problemas encontrados estão a superlotação, a precariedade das condições em que os presos vivem e a desorganização. A CNJ contabilizou 6862 detentos na fiscalização da semana passa. A capacidade do complexo é de 1466 vagas. O promotor que participou da inspeção da comissão, Marcellus Ugiette, comenta a expansão do número de vagas no complexo. O novo pavilhão faz parte de um conjunto de ações para reduzir a superlotação nos centros de detenção do estado. Os presídios de Tacaimbó e de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, vão passar por reformas também, de acordo com o secretário-executivo de Ressocialização, Romero Ribero. No próximo dia 10 de junho começa a construção do complexo de Araçoiaba.

Mais Lidas