Comissão da Verdade divulga relatório sobre morte de assessor de Dom Hélder Câmara

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/05/2014 às 12:45
Leitura:
Da Rádio Jornal Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal Foto: Karoline Fernandes/Rádio Jornal Nesta terça-feira (27), a Comissão Estadual da Memória e da Verdade de Pernambuco apresentou o relatório final sobre o sequestro, tortura e morte do Padre Antônio Henrique Pereira Neto, praticados por agentes da ditadura, no dia 27 de maio de 1969. Na época ele era o assessor do então arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Hélder Câmara. A data foi escolhida por se completar 45 anos do assassinato. O crime foi um dos mais emblemáticos praticados pela Ditadura Militar em Pernambuco. O corpo do religioso foi atirado em um terreno baldio da Cidade Universitária, na zona oeste de Recife, e os órgãos de segurança tentaram atribuir caráter passional ao homicídio, tese que convenceu ninguém. A Arquidiocese de Olinda e Recife era um foco de resistência contra a ditadura. Por meio de sua Comissão de Justiça e Paz, ela denunciava os excessos do regime. Durante reunião, o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, anunciou a intenção de beatificar (tornar Santo) Dom Helder Câmara. A repórter Karoline Fernandes acompanhou a cerimônia. Os detalhes você acompanha no áudio abaixo:

Mais Lidas