Para Geraldo Júlio, Via Mangue não irá resolver os problemas de mobilidade do Recife

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/05/2014 às 16:35
Leitura:
Geraldo-Julio_7-e1356532416227 Foto: JC Imagem O prefeito do Recife, Geraldo Júlio, reconheceu nesta sexta-feira (30) que a Via Mangue não vai resolver os problemas de mobilidade do Recife. O projeto interliga os bairros do Pina e Boa Viagem, na zona sul da capital pernambucana, e teve a entrega adiada para o dia 8 de junho sem a presença da presidente Dilma Rousseff. A chuva foi apontada como causa para não entregar a obra na data prevista. De acordo com Geraldo Júlio, o projeto não responde as dificuldades do município. As calçadas, as faixas exclusivas de ônibus e as ciclovias foram apontadas pelo socialista como itens indispensáveis para melhoria da mobilidade. Geraldo Júlio prometeu ainda a conclusão das obras do túnel, localizado na Avenida Herculano Bandeira. Como ainda não existe projeto, a intervenção não tem prazo para ser feita. Além da mobilidade, Geraldo Júlio abordou ainda a realização do Fifa Fan Fest no Recife, um evento para os torcedores acompanharem aos jogos da Copa do Mundo confirmado pela Fifa. As obras do projeto Novo Recife, no Cais José Estelita, não deixaram de ser citadas pelo socialista. O prefeito do Recife critica a gestão petista responsável pela venda do terreno. O plano imobiliário prevê a construção de doze torres, entre residenciais e comerciais. Ao todo, são 16 intervenções urbanas ao redor do empreendimento, uma delas é a criação de um parque linear, a demolição do viaduto próximo ao forte das cinco pontas e a construção de um viaduto.

Mais Lidas