Polícia prende homem acusado de estuprar e engravidar a própria filha de doze anos


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/07/2014 às 7:07
Leitura:
Da Rádio Jornal Um homem foi preso na quinta-feira (17), em Vitória de Santo Antão, Zona da Mata Sul do Estado, após a polícia descobrir que ele era o responsável por estuprar e engravidar a própria filha, uma menina de apenas 12 anos. Ele foi recolhido ao presídio da cidade, e depois da autuação, foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. O suspeito tem 37 anos e trabalhava como catador de reciclados para sustentar a família. A desconfiança que desencadeou a descoberta de um crime brutal surgiu na escola, quando a estranhou as mudanças no corpo da menina e chamou a mãe para uma conversa. Os exames médicos comprovaram que a garota filha do reciclador está com sete meses de gestação. Provavelmente sofrendo da Síndrome de Estocolmo, a garota se diz apaixonada. A criança tentou até proteger o pai agressor inventando um estuprador fictício. Síndrome de Estocolmo é o nome dado a um estado psicológico no qual uma pessoa, vítima de um tempo prolongado de intimidação, passa a ter simpatia e até mesmo sentimento de amor ou amizade perante o seu agressor. A síndrome de Estocolmo inicia de forma inconsciente. O suspeito nega ser o responsável pela gravidez e acusa a criança de ter tido vários parceiros. Ele diz que estuprou a menina porque ela não era mais virgem. A delegada de Vitória de Santo Antão, Bruna Vitória, explica que os vizinhos conheciam os abusos sexuais do pai contra a própria filha. Ela afirma ainda que o reciclador tentou mostrar arrependimento e disse não saber que a criança estava grávida:

Mais Lidas