Em debate, João Paulo (PT) diz que política exige cada vez mais coerência e classifica como "marco" apoio de Marília Arraes (PSB)

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/07/2014 às 13:40
Leitura:
Com informações do Blog de Jamildo joao-paulo-1-624x466 Foto: BlogImagem O debate na JC News com Rhaldney Santos, desta segunda-feira (21), recebeu o candidato ao Senado pelo Partido dos Trabalhadores  (PT), João Paulo. Sobre a recente polarização entre PT e PSB, o candidato disse que a política está exigindo cada vez mais coerência. "Por isso que não tratamos o governo de Eduardo Campos como ele vem tratando o de Dilma, que o apoiou tanto e, agora, ele muda de lado", alfinetou João Paulo. Com relação ao recente adesão da vereadora do Recife Marília Arraes (PSB) à sua candidatura ao Senado e a do senador Armando Monteiro Neto (PTB) ao Governo do Estado, o candidato disse se tratar de um "marco na eleição". É um marco nessa eleição e um sinal de alerta no palanque de lá, avaliou o petista; citando uma insatisfação muito grande entre deputados, prefeitos e vereadores que hoje estão na Frente Popular. Ouça entrevista na íntegra onde o candidato também falou sobre o Ocupe Estelita, debate com Armando Monteira Neto e gestões do PT e do PSB na capital pernambucana:

Mais Lidas