Polícia indicia cinco pessoas pela morte do médico Arthur Eugênio de Azevedo


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/07/2014 às 14:30
Leitura:
Da Rádio Jornal  d37e488b6520184791abbbaf05b5b1da Foto: Reprodução/Facebook Para a Polícia Civil, desavenças profissionais, levaram à morte do cirurgião toráxico, Arthur Eugênio, de 35 anos, encontrado nas margens da BR-101, em maio deste ano, com quatro disparos de arma de fogo. Os detalhes do caso foram apresentados nesta terça-feira (29). Após conclusão de perícias técnicas e interceptação de ligações, imagens de câmeras e depoimentos, cinco pessoas indiciadas por sequestro, homicídio, roubo, associação criminosa, estelionato e comunicação falsa de crime. O autor apontado é o médico Cláudio Amaro Gomes.

Mais Lidas