Polícia investiga funcionários do INSS por esquema de pagamento indevido de pensões

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/08/2014 às 10:00
Leitura:
Funcionários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) estão sendo investigados por pagamento de pensão máxima a falsa viúva. Durante investigação, a Polícia Federal e o INSS descobriram um caso gravíssimo de fraude contra a Previdência Social. As suspeitas são que o caso faça parte de um esquema com envolvimento de funcionários do posto. A pensão no valor de R$ 3.483,40 seria paga desde 2007 a Maria Simone Barbosa, que constava nos registros do órgão como a esposa do servidor público Dessidério Antônio Monte, falecido em 2003. O prejuízo aos cofres públicos é de cerca de R$ 300 mil e pode ser bem maior, se ficar comprovado que este caso isolado é apenas a ponta do iceberg de um grande esquema. Atendendo pedido da família, a Justiça determinou que o INSS apresentasse todo processo do benefício. O endereço informado da pensionista é falso, a identidade de Dessidério tem a foto de outra pessoa e há erros nas certidões de casamento e de óbito. A fraude só foi descoberta quando os três filhos do servidor solicitaram, no início deste ano, ao INSS um comprovante de que não havia pensionistas no nome do pai para conclusão do inventário.

Mais Lidas